terça-feira, 13 de janeiro de 2015

TEMOS ASAS

Quando estou triste ponho as minhas asas e voo na direção do ponto mais alto da Terra. 

De lá, a contemplar a vida, percebo que pra chegar ali tive que voar muito; é quando descubro a importância das minhas asas. 

De repente, mais que de repente, volto a sorrir. Pronto, a tristeza foi embora.

Só se voa quando se percebe que se tem asas.

Nenhum comentário: