terça-feira, 9 de agosto de 2011

Combatendo o mal.

É impressionante a capacidade que o ser humano tem de destilar energias negativas em torno daquilo que não quer, e não deseja que prospere. 

Nesse momento o lado negro da força invade as mentes que se tornam mais criativas num total desperdício daquilo que, se pudesse ser canalizado para o bem, surtiria um efeito muito maior e mútuo.

Sim, porque a energia negativa na maioria das vezes é unilateral. Ela pode até ser emanada coletivamente, mas a principio é planejada no silêncio no “ lado obscuro das mentes”. 

O bom é que a mesma pode ser neutralizada , estancada e devolvida; dependendo de quem seja o alvo, daí, aquela velha máxima de “ o feitiço virar contra o feiticeiro”.

Agora, (a experiência me ensinou isso) tem um porém: se o alvo estiver igual ou numa posição, ou numa situação de fragilidade emocional ou mesmo espiritual inferior ao do “agente do mal”, o “bicho pega”, e como pega.

O segredo para se defender ou se proteger desses petardos, visíveis, mas na maioria das vezes invisíveis, não tenho dúvida é o equilíbrio. Equilibrado, pensa-se melhor, o raciocínio flui com mais rapidez; age-se melhor e com mais sabedoria. E planeja-se inteligentemente a defesa.

O duro é, diante de tantas adversidade, manter sempre o equilíbrio nosso de cada dia; mas vale a pena tentar! 

Nenhum comentário: