quarta-feira, 7 de março de 2012

Mulher na vida, mulher de vidas



             ( homenagem do blog solidão das letras ás mulheres do Brasil e do mundo)

 No brilho e na profundidade  dos  olhos, a alegria e a profundidade do SER, mulher. 

Mulher que gera, mulher que pari.

Mulher, invólucro sagrado que à vida protege. 

Mulher sem idade. Com e,  sem vaidade. 

Mulher  de todas as raças, de todas as cores e de todos os amores.

Mulher que rir;


 mulher que chora e,  que faz chorar.


Mulher na vida,

mulher da vida, mulher de vida, mulher da lida,


 Bendita sejas tu, ó criatura divina, que do  fel extrai o mel que adoça a  vida das vidas que te cercam.

Nenhum comentário: