terça-feira, 25 de março de 2008

MUTANTES




Somos essencialmente mutantes.
Somos seres na busca, constante, da perfeição.

Somos a soma de tudo que há no universo, mas ao mesmo
tempo nos resumimos ao nada. Formamos um todo, e um
nada ao mesmo tempo.

Somos um fragmento físico e etéreo neste universo. Um universo de
ações, atos, sentimento e palavras.

Palavras que constroem, palavras que destroem, que nos faz crescer, mas que também matam; que provocam emoções e sentimentos, e que nos faz pensar.

Pensar no hoje, no ontem e no amanhã... Pensar que somos mutantes que somos tudo, e ao mesmo tempo nada e que fazemos parte deste universo que nos faz imortal.

Sim. Somos imortais! Não morremos. Simplesmente mudamos de forma...Voltamos ao pó, somos húmus. Juntamo-nos à terra de onde brota a vida

Nenhum comentário: